Pedalando contra o aquecimento global

As temperaturas globais, estimuladas pelo fenômeno El Niño, alcançaram em março um nível recorde, indicou o Instituto Oceânico e Atmosférico americano (NOAA) em um comunicado. A temperatura média da superfície terrestre – que combina a da terra e a do mar – para março de 2010 foi a mais quente já registrada, sendo a 0,77 graus a mais que a média do século XX.

A temperatura média dos oceanos foi a mais quente para qualquer mês de março desde o início do registro, em 1880, enquanto que a temperatura global da superfície terrestre foi a quarta maior para março, garantiu o Instituto Oceânico e Atmosférico Americano (NOAA). O NOAA também afirmou que o período janeiro-março foi o mais quente registrado no planeta.

Por isso em todo o mundo, pessoas e empresas sensibilizadas com o aquecimento global, passam a buscar formas alternativas de contribuir com o planeta.

Leia mais...

Empresas ambientalmente corretas

O aumento do consumode produtos eletrônicos no mundo tem causado montanhas de eletrônicos obsoletos, conhecidos como sucata eletrônica. Esta sucata é prejudicial ao meio ambiente por ser rica em produtos químicos e metais pesados, sendo de difícil reciclagem e exigindo um descarte especial.

A organização ecológica Greenpeace criou um “Guia dos Eletronicos Verde”, que avalia as empresas que colocarem no mercado produtos mais seguros, com eficiência energética e com menos impactos para o meio ambiente.

O guia visa orientar os consumidores a comprarem produtos de empresas que adotam uma política de precaução em relação às substâncias tóxicas, com processos mais adequados de produção e que promovam a reciclagem.

Leia mais...

Compostagem na sua empresa

Em outras colunas nós já comentamos sobre as inúmeras vantagens da compostagem para o meio ambiente e o quanto ela contribui para o desenvolvimento sustentável. Para realizá-la não é preciso de espaço, pois ela pode ser realizada em pequenas composteiras e até em foreiras de edifícios.

Leia mais...

“Berço-a-Berço” a próxima revolução industrial

O atual modelo de produção é chamado ”berço-a-sepultura”, pois quando os produtos são criados não se planeja o que acontecerá quando se tornam obsoletos. Ou seja, eles se tornam poluentes porque seus materiais dificilmente serão reaproveitados devido, principalmente, a dificuldade de desmontagem e reutilização de material. Desta forma os produtos ao se tornarem obsoletos vão para aterros e lixões.

No conceito berço-a-berço (cradle to cradle) os produtos e seus componentes devem ser planejados para, ao final de seu uso, serem reutilizados com suas propriedades não desgastadas, isto é, com nutrientes biológicos e não como poluentes.

Embalagens que hoje ocupam espaço em aterros podem ser projetadas de maneira biodegradável com nutrientes biológicos para serem utilizadas e devolvidas com segurança ao meio ambiente, para alimentar sistemas vivos ou até adubar a agricultura.

Leia mais...

Pinte hoje seu telhado de branco

Um artigo publicado na revista científica Climatic Change por pesquisadores da Califórnia afirma que pintar o telhado de branco ajuda a diminuir os efeitos do aquecimento global. a tinta branca reflete até 90% da luz enquanto os tons de vermelho ou marrom (tintas normalmente usadas nos telhados) absorvem 80% da luz, transformando-a em calor e contribuindo para o aquecimento global.

Segundo estudos da Universidade de Berkeley (CA, USA), cerca de 25% da superfície de uma cidade é composta por telhados. a imensa maioria desses telhados são escuros e refletem apenas 20% da luz solar. Se fossem pintados de branco, compensariam 10t de emissão de co2 a cada 100m2. dez metros quadrados de telhado ou asfalto pintados de branco compensam o equivalente a uma tonelada de gás carbono! se 70% dos telhados fossem pintados de branco, geraria uma compensação ambiental equivalente à emissão de 11 bilhões de carros por ano.

Leia mais...

Fertilizar o oceano para evitar o aquecimento global

Para diminuir o dióxido de carbono (CO2) presente na atmosfera, cientistas chegam a medidas extremas como fertilizar os oceanos. Nas ultimas semanas, um navio de pesquisa alemão carregado com 20 toneladas de sulfato de ferro partiu em direção à Antártica, com o objetivo de injetar o material no fundo do oceano. O objetivo é incentivar o crescimento das algas nesta região para que capturem mais CO2 na atmosfera e assim, mitiguem o aquecimento global.

Ambientalistas do mundo inteiro protestam contra este experimento, pois acreditam que ele pode ser devasto ao meio ambiente, uma vez que poderia ocasionar uma elevação na taxa de decomposição do fito plâncton. Além disso, ainda não existem provas concretas sobre a eficiência de tal medida para o clima e nem mesmo das conseqüências para a biodiversidade marinha.

Leia mais...

Denuncias Ambientais

Todos nós aspiramos viver em um lugar ecologicamente equilibrado e livre da poluição. Para validar este sonho que também é um direito assegurado por lei, esta coluna tem se dedicado a falar das pequenas mudanças de atitude que farão grande diferença para o planeta.

Mudar nossas atitudes é o primeiro passo, porém é necessário também tnterromper condutas impróprias cometidas por outras pessoas e empresas. Essas condutas negativas precisam ser encerradas, pois muitas vezes quem comete não tem consciência dos danos causados a ele mesmo e a outras vidas. A melhor forma de cessar estas ações negativas é conversando e conscientizado . Quando isso não for possível, ou não funcionar, deve-se denunciar as autoridades competentes.

O Poder Público tem o dever de fiscalizar e punir todas aquelas atividades ou práticas que agridam ou tenham o potencial de agredir o meio ambiente. Mas ele poderá agir de forma muito mais rápida e eficaz se lhe indicarem onde esses atos ocorrem. Se nós não realizarmos estas denuncias e ficarmos aguardando que o poder público descubra, o crime ambiental pode ser agravado e potencializado, tornando-se irrecuperável.

Leia mais...

Matemática: Lixo - Separação = Alimentos + caros

Boa notícia! O Brasil esta produzindo mais alimentos, compras de adubos e fertilizantes aumentaram 262,4%. Má notícia! Em um país com inflação em torno de 4%, o preço dos fertilizantes teve acréscimos superiores a100%.

A dependência das importações no setor de fertilizantes do Brasil é alta, pois, enquanto o volume de fertilizantes entregue ao consumidor final (agricultor) foi de 24,6 milhões de toneladas em 2007, a produção nacional foi de apenas 9,8 milhões de toneladas. O movimento de alta de preços dos fertilizantes reflete o fato de o mercado internacional desses produtos também estar aquecido a ponto de provocar escassez.

Os impactos da alta dos preços de fertilizantes na rentabilidade da agricultura são expressivos, em razão da participação desses itens nos custos de produção, ou seja, aumento no preço dos fertilizantes é diretamente proporcional ao aumento do preço dos alimentos.

Leia mais...

A importância da documentação ambiental

Já há algum tempo, as empresas aprenderam a importância de guardar seus documentos financeiros, contábeis e de departamento de pessoal. Mas não foi da noite para o dia que isso aconteceu, foram necessárias multas e “dores de cabeça” para que os gestores se conscientizarem.

No que se referem à documentação ambiental, muitos gestores ainda terão incômodos, pois diversos documentos se perdem devido ao armazenamento inadequado. Não basta apenas guardar os certificados e laudos, é necessário anexar os documentos do fornecedor ou prestador de serviço como, a licença de operação ou autorização ambiental de funcionamento, que descreve os serviços que a licenciada pode prestar. É importante que estes documentos estejam dentro do prazo de validade estipulado pelos órgãos ambientais.

No caso de um transportador de resíduos, é necessário que a empresa especializada possua licença de operação – que descreve os resíduos que pode transportar – o registro dos motoristas e a comprovação de terem o curso de movimentação de Cargas Perigosas – MOPP.

Leia mais...

Página 1 de 2

Início
Anterior
1